quarta-feira, 15 de março de 2017

Discurso do ódio

Eu não sei o que é o "discurso do ódio", objecto de tanta controvérsia por essa Europa fora. Eis por que passo a fazer algumas perguntas.
A defesa do cristianismo, da civilização ocidental, da tradição, da família natural, da propriedade, de políticas rigorosas para a imigração... é "discurso do ódio"?
A denúncia do feminismo, do abortismo, do homossexualismo, da ideologia de género, do ambientalismo... é "discurso do ódio"?
E se o "discurso do ódio" for mais uma vertente totalitária para reprimir a minha indignação por tanto mal que o marxismo cultural faz à Humanidade?

1 comentário:

  1. Você não sabe o que é o discurso de incitação ao ódio, porque secalhar nunca exerceram violência verbal, física e psicológica no local onde trabalha. Secalhar nunca lhe colocaram entraves e condicionantes por ser de um determinado género e não de outro. O senhor não sabe nem quer saber do que realmente se trata os chamados "crimes de ódio", não "discurso do ódio".

    ResponderEliminar