domingo, 9 de outubro de 2016

Edmund Burke, autor incontornável para uma verdadeira consciência de direita



Burke, Edmund, Reflexiones sobre la Revolucion en Francia, Alianza Editorial, Madrid, 2003


Burke é um autor incontornável porque este seu texto é a verdade, isto é, a adequação ao real. Curioso que não se encontre este livro em português de Portugal. Será que não queiram que deparemos com estas verdades como 2+2=4?
Consegui as "Reflections..." em castelhano uma vez que em inglês (língua original) teria que fazer um esforço adicional.
Não há página nenhuma desta obra onde a verdade não brilhe em todo o seu esplendor. Veja-se esta pequena passagem cujo sentido tem sido um dos meus lemes há vários anos.

«... Política e púlpito são termos pouco compatíveis entre si. Nenhum ruído deveria ouvir-se na Igreja a não ser a voz curativa da caridade cristã. A causa da liberdade civil e do governo civil, assim como a causa da religião, têm muito pouco que ganhar como resultado desta confusão de deveres. Os que abandonam o seu próprio carácter para assumir outro que não lhes pertence, desconhecem, em geral, tanto o carácter que abandonam como o carácter que assumem» (tradução ad litteram).

Sem comentários:

Enviar um comentário