sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Equívocos do guia de eventos da Câmara de Alcochete

A primeira coisa a dizer é que o pai natal nada tem a ver com a nossa cultura, mosaico da cultura ocidental judaico cristã.
O pai natal é mesmo uma traição à nossa cultura, razão por que atentado à ordem, liberdade e segurança de todos nós.
O Natal é o menino Jesus, o espírito da família, sendo um sacrilégio misturar este espírito com a nefanda ideologia ecológica.
Na verdade, o presépio é uma expressão da encarnação de Deus na carne do homem e na carne do mundo...expressão máxima de amor que hoje é despromovido para afectos...ainda por cima no plural...coisa pulverizada.
Finalmente, o Museu Municipal continua a oferecer ao público escolar actividades que chegam a remontar ao mundo antigo, passando por cima da presença árabe em Alcochete.
Mas passar por cima da presença árabe em Alcochete é passar por cima da nossa História Local e da própria História de Portugal.

Sem comentários:

Enviar um comentário