quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Indigente

Indigente toda a vida
Indigente até morrer
Armadura preferida
Ao combate pelo ser.

Ao combate pelo ser
E derrota da aparência
Venha homem a valer
Contra toda a cedência.

Contra toda a cedência
De traição à liberdade
A bandeira da urgência
Pela volta da verdade.

Pela volta da verdade
Que visão ao homem dê
Boa nova de vontade
Dada ao mundo por mercê.

Versos de João Marafuga

Sem comentários:

Enviar um comentário